fbpx

Notícias

Empresas ganham mais 4 anos para se enquadrar na Lei Kiss

Estabelecimentos que não estão de acordo com a lei deverão protocolar projeto até final de 2021 devendo executar a obra em um período de 2 anos

O prazo para as empresas que não estão em cumprimento das exigências da Lei Kiss foi prorrogado em até 4 anos dependendo das alterações necessárias para o enquadramento. A data limite que era 31 de dezembro de 2019 foi alterada pelo Governo do Estado por meio do Decreto no 54.942/2019, que implementa diversas mudanças, variando de acordo com o enquadramento de cada edificação e de suas respectivas datas do Alvará. A prorrogação pode chegar a 4 anos.

As empresas que precisam se adequar têm 2 anos para protocolar o projeto e mais 2 anos para executar as obras necessárias para estar de acordo com as exigências. Ou seja, o novo prazo limite é 27 de dezembro de 2023. Para o presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, a ampliação do prazo dá fôlego às empresas para se adequar as normas de proteção e pretensão contra incêndio, mas não exime a urgência e atenção ao assunto. “A segurança de quem trabalha e é cliente de nossos associados é prioridade. Por isso, chamamos a atenção dos empresários para que se adequem o mais rápido possível, evitando futuros transtornos e garantindo maior segurança de todos os que circulam pelas empresas”, destaca.

As empresas com Alvará do Plano de Prevenção Contra Incêndio (APPCI) anterior a dezembro de 2013, por exemplo, precisam fazer a renovação por 4 anos, além de protocolar o Plano em até 2 anos. Já as empresas com Alvará posterior a dezembro de 2013 devem solicitar prorrogação por 2 anos. As mudanças também determinam que todo estabelecimento deve ter o Certificado de Licença do Corpo de Bombeiros (CLCB). Quem possui o Plano Simplificado de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PSPCI) não se enquadra na prorrogação.

Resumo das Alterações

– Alvará anterior a dezembro de 2013 (APPCI Antigo) – Uma renovação, por 4 anos – 27.12.2023 + Protocolo PPCI em até 2 anos

– Alcará posterior a dezembro de 2013 (APPCI novo) – Prorrogação por 2 anos.

– PSPCI, CLCB e F6 (casas noturnas) – Não possuem prorrogação e serão licenciados pelo CBMRS.

– Não licenciados Corpo de Bombeiros – Medidas mínimas de segurança: Extintores, sinalização de emergência e treinamento pessoal. Devem protocolar PPCI em até 2 anos. Após Certificado de Aprovação (CA), obter Alvará em até 2 anos (máximo 27.12.2023).

Entra em ação o Procon RS Carlos Barbosa

Articulação liderada pelo Sindilojas Regional Bento reforça o consumo consciente

Depois de dois anos de empenho e caminhando lado a lado com Carlos Barbosa, um dos 11 municípios em que o Sindilojas Regional Bento atua, mais um projeto se concretiza. É o Procon RS de Carlos Barbosa, que chega para desafogar as discussões dos consumidores junto ao Fórum. Toda articulação foi liderada pelo presidente da entidade, Daniel Amadio, junto ao prefeito da cidade, Evandro Zibetti. O órgão está sendo conduzido por Damires Scottá.

“Dentro do entendimento do combate à informalidade, o Procon tem um papel fundamental na exigência da nota fiscal para aceitar reclamações, sendo uma ferramenta de combate aos descaminhos. Agora, a comunidade barbosense passa a contar com um órgão capaz de dar todo apoio sobre consumo consciente, esclarecer dúvidas e auxiliar na defesa quando necessário, facilitando o exercício da cidadania”, destaca Amadio.

A articulação de Amadio iniciou ainda em 2017 e no ano passado entrou para o Plano Plurianual (PPA) da Prefeitura de Carlos Barbosa, materializando um projeto que chega trazendo benefícios para a comunidade barbosense. O pedido de ampliação da rede de atendimento do Procon foi feito a Amadio pela diretora do Procon RS, Maria Elizabeth Pereira. A ação se integra ao projeto de interiorização da Federação com o propósito de esclarecer, conscientizar, educar e informar o cidadão sobre seus direitos e deveres enquanto consumidores.

“Com a entrega deste órgão, objetivamos um processo educativo e orientador. Não temos a intenção de punir, e sim de ajudar”, salientou o prefeito. Ele destacou ainda que o Procon será bom para todo mundo e que as pessoas poderão realizar suas compras de forma tranquila, além de uma equipe qualificada que estará sempre à disposição para apoiar a população.

O Procon está localizado na Câmara de Vereadores, Av. Presidente Kennedy, nº737. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h30min e das 13h30min às 17h. Para obter informações a comunidade pode entrar em contato pelo telefone 3433.2121, ou pelo e-mail: procon@carlosbarbosa.rs.gov.br.

Dados de Carlos Barbosa

Com quase 30 mil habitantes (28.091, IBGE 2017), a cidade ocupa o 2º lugar no Rio Grande do Sul e 53º no Brasil em Índice de Desenvolvimento Humano. É 2ª colocada no Ranking de Distribuição de Renda no Brasil segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas que mostra que 93,69% das famílias são das classes A, B e C com rendimentos acima de R$ 1,2 mil mensais. Com índices invejáveis, Carlos Barbosa também lidera a lista de municípios de até 50 mil habitantes na categoria Indicadores Sociais, segundo a Revista Isto É e Austing Rating.

Com um Produto Interno Bruto (PIB) per capita de R$ 66.824,45, sua economia é 69,22% industrial. O Comércio é o segundo colocado com 14,09%, seguido pela agropecuária com 9,31% e Serviços com 7,38%.

Lista de reclamações

Liderando a lista de reclamações do Procon Nacional aparecem as empresas de telefonia celular e fix, seguidas por operadoras de cartão de crédito e produtos novos com defeito. A maior parte das queixas estão relacionadas a cobranças indevidas e abusivas. Os 10 setores com maior índice de reclamação são: telefonia celular, telefonia fixa, cartão de crédito, TV por assinatura, banco comercial, aparelho celular, energia elétrica, financeira, móveis e internet (serviços).

Natal 2019 – Gasto médio por pessoa deverá ser de R$ 512,70

Pesquisa da Fecomércio RS aponta aumento de 10% em relação a 2018 e mostra que homens pretendem gastar mais que as mulheres com presentes de final de ano

Apesar da economia brasileira apresentar uma pequena melhora, o consumo ainda patina às vésperas da principal data do ano para o varejo. Entretanto, uma pesquisa realizada pela Fecomércio-RS aponta que os gaúchos deverão gastar, em média, 10% mais que no ano passado. O valor médio por pessoa deverá ficar em R$ 512,70 contra R$ 467,87 em 2018. Além disso, o estudo também sinaliza para um maior comprometimento por parte dos homens que estimam gastar R$ 593,01, enquanto as mulheres R$ 437,46. Vestuário, brinquedos e calçados aparecem entre as preferências.

Com estas projeções, pode-se deduzir que o consumidor segue a tradição da troca de presentes e que os homens continuam gastando mais que as mulheres, fator que deve ser considerado pelos lojistas. “Estas informações são ferramentas estratégicas que o varejo de Bento e região precisa observar e utilizar em seu benefício. Esperamos que esta previsão se concretize e que este final de ano seja celebrado com boas vendas”, destaca o presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio.

A pesquisa mostra, ainda, que o número médio de presentes adquiridos por consumidor deverá ficar em 4,2 unidades com um valor médio de R$ 121,57. As mulheres comprarão mais (4,7 unidades), porém com valores menores. Mesmo com este resultado que aponta aumento, os consumidores têm uma percepção de que os gastos serão inferiores aos do Natal de 2018.

Os presentes do setor do vestuário despontam na preferência com 62,6%, seguido pelos brinquedos com 36,9% e pelos calçados com 20%. Quanto as formas de pagamento, 73,8% pretendem realizar as compras à vista. Entre os que pretendem parcelar, 49,5% querem pagar entre quatro e seis parcelas. Já o 13º salário, recebido por 53,4% dos entrevistados, os principais destinos são as contas do mês (39,4%), poupança (27,1%) e presentes (15,8%0.

A pesquisa foi realizada no período de 21 a 25 de outubro envolvendo 385 pessoas, sendo 54,5% mulheres.

Natal Emocionante

Para atrair os consumidores, o Sindilojas Regional Bento aposta numa ação institucional. Uma campanha chamando a atenção das pessoas para que não deixem as compras para a última hora circula pelas mídias sociais, além de cartazes nas lojas. Com o slogan ‘A pressa é inimiga da emoção’, a iniciativa quer despertar para as vendas, mas também para a emoção que a data gera.

36º CNSE – Programação técnica será discutida em Juiz de Fora

Comissão nacional se reúne dia 22 para tratar do maior encontro de gestores de sindicatos patronais do varejo que acontecerá de 20 a 22 de maio em Bento Gonçalves

Os temas e os nomes dos especialistas que estarão no palco do 36º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais de Bens, Serviços e Turismo (CNSE), que acontecerá de 20 a 22 de maio em Bento Gonçalves numa realização do Sindilojas Regional Bento, serão conhecidos após reunião da Comissão Nacional, que acontecerá nesta sexta-feira, 22, em Juiz de Fora (MG).

O presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, que presidirá o evento, pretende voltar de Minas Gerais com a programação proposta aprovada. “Montamos uma grade de palestras, talk show, painel e comissões temáticas alinhadas com a realidade dos sindicatos, a fim de oferecer ferramentas plausíveis ao momento vivido”, destaca Amadio. Segundo ele, o real compromisso do Congresso é com os desafios do sindicalismo e, para isso, é necessário apresentar mecanismos capazes de munir as entidades de soluções.

Sindicatos e Federações de todo o país já podem se inscrever pelo site do evento – www.36cnse.com.br. ‘Desperte para as Soluções’ é o tema que norteará as palestras, painéis, talk show, comissões temáticas, reuniões, oficinas e uma feira empresarial pensados, especialmente, para mexer com os participantes. A expectativa dos organizadores é reunir mil congressistas. Quem se inscrever até 31 de dezembro de 2019 pagará valor diferenciado incluindo toda programação técnica, feira empresarial, coffee breaks, almoços, transfer interno, além do jantar de abertura e de encerramento.

O Dall’Onder Grande Hotel, sede do evento, já está lotado com reservas de delegações de 10 estados brasileiros, mas outros três hotéis da Rede ainda têm disponibilidade, praticando a tarifa única especial negociada para os congressistas.

SERVIÇO 36º CNSE

O que? 36º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais de Bens, Serviços e Turismo (CNSE)

Quando? 20 a 22 de maio de 2020

Onde? Dall’Onder Grande Hotel

Informações: 54 3055.2030 ou cnse@sindilojasbg.com.br, com Solange

Realização: Sindilojas Regional Bento

Apoio: Fecomércio RS, Senac e SESC

Hotel Oficial: Rede Dall’Onder

Agência Oficial: Giordani Turismo

#SOUSINDI para Crescer capacitou 2,8 mil pessoas

Programa de qualificação do comércio supera meta em 40% e projeta continuidade em 2020

Em oito encontros de abril a novembro, 2.845 pessoas participaram do #SOUSINDI para Crescer, realizado pelo Sindilojas Regional Bento. As palestras trataram de temas atuais e de interesse do varejo como Motivação, Gestão, Turismo, Automação, e-Social, Cenário Econômico, Felicidade e Vendas. Considerado o maior programa de qualificação do comércio realizado pela entidade, o projeto superou em 40% a meta que era de atingir 2 mil pessoas. Com este resultado, o sindicato já projeta a continuidade no próximo ano.

“É Natal! E agora”? fechou a programação de 2019. Conduzida pela especialista em Varejo do Senac RS, Taíse Klippel Paim, a palestra foi realizada nesta terça-feira, 5 de novembro, no Auditório do SESC. Segundo ela, o cliente compra atendimento e quer viver uma experiência. “Precisamos entregar o que não se encontra em outro lugar. O consumo da experiência mudou o comportamento do consumidor que, muito mais que produtos e serviços, está em busca de novas e inesquecíveis experiências”, destacou.

Além de Taíse, Fabiano Feltrin, Caio Carneiro, Odair Dalagasperina, Ivane Fávero, Harry Laube, Tatiane Corrêa, Lucas Aronne Schifino e a Monja Coen formaram a grade multidisciplinar de palestrantes deste ano. Com valores acessíveis aos associados, o #SOUSINDI para Crescer oportunizou a atualização em torno de diferentes assuntos de interesse do setor, contemplados com base nas demandas da categoria.

As comerciárias Sandra Cristina Bonassina e Jonara Pasin da Silva, ambas do Supermercado Grepar, foram contempladas com uma diária de final de semana com acompanhante em um dos hotéis da Rede Dall’Onder, por terem participado de sete das oito palestras. O projeto contou com o patrocínio do Sicredi, Mercantec, Vitaseg e Beltrami Contabilidade, além do apoio da Rede Dall’Onder de Hotéis, da Fecomércio-RS, SESC e Senac.

Desenvolvido para qualificar gestores para melhorar o ambiente de negócios e acelerar o desenvolvimento de vantagens competitivas, o programa também aproximou o varejista de especialistas e cases referência. O presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, comemora o resultado e já projeta a continuidade do programa para 2020. “Nestes oito encontros foi possível compartilhar conhecimento e viver experiências enriquecedoras capazes de qualificar gestores e comerciários. Para o próximo ano, vamos trazer outros temas sempre com o olhar voltado para a inovação”, afirma.

Inscrições abertas para o 36º CNSE

Sindicatos de todo o país já podem se inscrever pelo site do evento que pela primeira vez será realizado em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, de 20 a 22 de maio de 2020

Há sete meses do 36º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais de Bens, Serviços e Turismo (CNSE), o Sindilojas Regional Bento, promotor do encontro, abre as inscrições para o evento que pela primeira vez será realizado em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, de 20 a 22 de maio de 2020. Sindicatos e federações já podem se inscrever pelo site www.36cnse.com.br. ‘Desperte para as Soluções’ é o tema que norteará as palestras, painéis, talk show, comissões temáticas, reuniões, oficinas e uma feira empresarial pensados, especialmente, para mexer com os participantes.

A expectativa dos organizadores é reunir mil congressistas. Com a intenção de chegar ao final do ano com 70% das inscrições efetivadas, os organizadores resolveram oferecer um valor diferenciado. Quem se inscrever até 31 de dezembro de 2019 pagará R$ 800 incluindo toda programação técnica, feira empresarial, coffee breaks, almoços, transfer interno, além do jantar de abertura e de encerramento. Para quem precisa de transfer do aeroporto é acrescido o valor de R$ 70. Depois desta data o valor sobe para R$ 900. Hospedagem e aéreo não entram no valor da inscrição.

Ainda em maio, na edição de Fortaleza, a comitiva da Capital Brasileira do Vinho já confirmava para o Congresso delegações de 10 estados brasileiros, sendo eles: Acre, Amapá, Maranhão, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima e São Paulo. “Nossa cidade foi aplaudida por todos para sediar o evento. O apelo turístico do vinho e da cultura italiana foi decisivo na escolha. Agora, nosso desafio é surpreender os cerca de mil gestores que estarão participando do Congresso e conhecendo o que Bento Gonçalves tem a oferecer”, destaca o presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, também presidente do 36º CNSE.

Toda programação está sendo montado em cima da temática do evento – Desperte para as Soluções – com o objetivo de apresentar alternativas para a sustentabilidade dos sindicatos. O esqueleto já está pronto. Os detalhes serão definidos na próxima reunião nacional”, adianta Amadio. A agenda prevê reunião com a Comissão Organizadora Nacional no dia 22 de novembro, em Juiz de Fora (RJ), quando serão definidos os nomes dos palestrantes e mediadores. Até lá, o foco é a sensibilização de sindicatos de todo o país.

Para isso, o evento conta com a Rede Dall’Onder como meio de hospedagem oficial, que unificou a tarifa de forma exclusiva para o evento incluindo o Dall’Onder Grande Hotel e o Dall’Onder Vittoria, ambos em Bento Gonçalves; o Dall’Onder SKI em Garibaldi (10 km de distância) e o Dall’Onder Axten em Caxias do Sul (34 km). A agência para emissão de aéreos e programação turística paralela e personalizada é a Giordani Turismo, operadora oficial do passeio de trem a vapor Maria Fumaça.

Vinho e gastronomia prometem ótimas experiências

Bento Gonçalves se diferencia por oferecer diversas rotas turísticas, todas elas apoiadas na cultura do vinho e da imigração italiana. Apostando nas experiências que estão dentro e fora da taça, o Sindilojas Regional Bento está preparando atrações que farão parte da Feira Empresarial. E para os acompanhantes dos congressistas, que também precisam se inscrever, uma programação especial que inclui dois dias de vivências nos Caminhos de Pedra e no Vale dos Vinhedos.

SERVIÇO 36º CNSE

O que? 36º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais de Bens, Serviços e Turismo (CNSE)

Quando? 20 a 22 de maio de 2020

Onde? Dall’Onder Grande Hotel – Bento Gonçalves/RS

Inscrições: www.36cnse.com.br

Realização: Sindilojas Regional Bento

Apoio: Fecomércio RS, Senac e SESC

Informações:

Lucinara Masiero – 54 3052.0066, 9 9151.0006 (whatts) ou lucinara@agenciagringa.com.br

Solange Rossetti – 54 3055.2030 ou cnse@sindilojasbg.com.br

Hotel Oficial: Rede Dall’Onder de Hotéis

Agência Oficial: Giordani Turismo

Organização: Agência Gringa

Nota Pública de combate à informalidade

O combate à informalidade tem sido uma batalha diária do Sindilojas Regional Bento, como um dos braços da Fecomércio-RS. Atuamos incansavelmente com foco nas feiras itinerantes, ambulantes, contrabando e pirataria em todo o estado, conscientizando poder público, entidades do setor e comunidade sobre os riscos que esta prática traz para toda a sociedade. Temos alcançado grandes conquistas, mas este é um trabalho permanente que precisa de muita conscientização.

Bento Gonçalves, assim como Carlos Barbosa, já possui lei que regulamenta as feiras itinerantes, por exemplo. Esta é uma conquista de anos de muito trabalho voltado à conscientização dos envolvidos. Não é fácil, mas aos poucos vamos ganhando força num movimento que não para de crescer. Quando existe uma lei, a mesma precisa ser cumprida por todos. A venda ilegal, sem arrecadação de impostos, é uma contravenção que precisa ser combatida. Nosso dever é defender aqueles que estão devidamente regulamentados e informar e auxiliar os demais a buscarem a regulamentação.

O Brasil como um todo clama e gesticula na direção do cumprimento da lei e da manutenção da ordem. Muitas vezes, cumprir a lei torna-se algo doloroso para alguns, inclusive para trabalhadores. Porém, é preciso lembrar que a lei é para todos. E nós, como representantes do varejo, estamos fazendo a nossa parte. Representamos empresas que geram emprego e renda, pagam impostos, cumprindo uma legislação que é regra para todos.

Nesse sentido, o Sindilojas, como autor de movimentações sociais e empresariais contrárias ao comércio ilegal, vem a público se manifestar favoravelmente a manutenção de fiscalizações e apreensão de mercadorias não legais. Estamos mais uma vez reiterando nossa posição diante de mais um fato ocorrido com um vendedor ambulante de abacaxis. O episódio demonstra como o combate ao comércio ilegal não se faz apenas de fiscalização. É preciso trabalhar com o objetivo de se gerar condições para que todos possam trabalhar formalmente, principalmente no que diz respeito a orientação. Não cabe, nesse sentido, julgar apenas um ou outro lado do incidente. E também somos contrários a qualquer manifestação que gere desordem, tumulto ou escândalo. Entendemos que não é desta forma que iremos resolver o problema. Pelo contrário, assim o assunto somente polemizará ainda mais o ocorrido, muitas vezes com o objetivo de consternar a população.

Por isso, seguimos propondo um novo marco para o assunto: a busca pela orientação e formalização dos negócios ilegais de forma ostensiva e preventiva, com a busca por desenvolvimento de programas estruturados. Somente o comércio formal gera emprego e renda. Nossa campanha “O reflexo da pirataria é o crime” vai continuar ainda mais forte. Inclusive, outras cidades gaúchas estarão abraçando a campanha que surgiu aqui em Bento Gonçalves.

Estamos certos de que legalizar o comércio é uma bandeira legítima e inflexível para todos que vivem da atividade e para a sociedade brasileira em geral.

Sindilojas Regional Bento – Fecomércio RS

Troféu Empreendedor Jovem 2019: Empreendedorismo reconhecido

Foto Vinícius Lovera

15 empresas de 11 cidades são homenageadas pelo Sindilojas Jovem com o Troféu Empreendedor 2019 em evento que reuniu mais de 200 pessoas nesta quinta

Quinze empresas da Indústria, Comércio e Serviços de 11 cidades da Serra Gaúcha foram reconhecidas com o Troféu Empreendedor Jovem 2019. Organizado pelo Sindilojas Jovem de Bento Gonçalves e com o apoio do Sindilojas, o encontro reuniu mais de 200 pessoas no Centro Empresarial de Bento Gonçalves numa noite de reconhecimento à trajetória dessas marcas e seus líderes. O evento, realizado dia 24 de outubro, contou com o prestígio de diversos prefeitos e lideranças regionais.

De Bento Gonçalves, foram destaque a Villa Giardino Italínea, Padel Pro, Malhas G’Dom, Dalca Brasil, ONG Patas e Focinhos e A. Da Campo Calçados e Cia. As outras nove homenagens foram para Alvimar Comércio de Alimentos de Boa Vista do Sul, Agroindústria Alimentícia Ferrari de Carlos Barbosa, Voltys Climatização de Coronel Pilar, Jardim Gastronômico de Garibaldi, Vinhos Faé de Monte Belo do Sul, Frutas Rubbo de Pinto Bandeira, Cachaçaria Velho Alambique de Santa Tereza, Serralheria São Pedro de São Pedro da Serra e Metalúrgica Bortolotto de São Valentim do Sul. A indicação é feita pelos membros da diretoria do Sindilojas Jovem com base na atuação de cada empresa e empresário.

Com a distinção, o Sindilojas Jovem não apenas destaca, mas também valoriza o empreendedorismo na região. Empresários que investem em novos negócios e projetos, elevando o nome de sua cidade e ajudando a fortalecer o Comércio, os Serviços e a Indústria foram reconhecidos com o Troféu Empreendedor Jovem, que contempla, ainda, responsabilidade social e aspectos culturais. “Com o Troféu Empreendedor Jovem queremos, além de valorizar quem se destaca no seu negócio, incentivar outros gestores a empreender. Cada um dos homenageados é um exemplo a ser seguido”, ressaltou a presidente do Sindilojas Jovem, Claudia Alberici Pinto.

Para o presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, poder distinguir o jovem empreendedor que se destaca pela sua performance é também incentivar o empreendedorismo. “Vivemos em uma região povoada por líderes e empreendedores, exemplos que servem de inspiração. É nosso dever valorizar e reconhecer”, afirmou.

Apoiaram o evento: CDL POA, Fecomércio, Gráfica Carta, Óticas Diniz, Sicredi, Senac, SESC e Sindilojas Regional Bento.

TROFÉU EMPREENDEDOR JOVEM 2019

Empresas Bento Gonçalves

Destaque Comércio – Villa Giardino Italínea

Destaque Serviços – Padel Pro

Destaque Indústria – Malhas G’Dom

Destaque Jovem Empreendedor – Dalca Brasil

Destaque Projeto Social – ONG Patas e Focinhos

Destaque Comércio Mais Antigo – A. Da Campo Calçados e Cia

Empresas dos municípios que integram a base territorial do Sindilojas

Boa Vista do Sul – Alvimar Comércio de Alimentos

Carlos Barbosa – Agroindústria Alimentícia Ferrari

Coronel Pilar – Voltys Climatização

Garibaldi – Jardim Gastronômico

Monte Belo do Sul – Vinhos Faé

Pinto Bandeira – Frutas Rubbo

Santa Tereza – Cachaçaria Velho Alambique

São Pedro da Serra – Serralheria São Pedro

São Valentim do Sul – Metalúrgica Bortolotto

Super Feirão Zero Dívida é chance para quitar débitos

Amadio apresentou a campanha para a imprensa

Sindilojas Regional Bento mobiliza empresas para que consumidores locais possam saldar pendências, promovendo a sustentabilidade do crédito

O aumento significativo da inadimplência é uma realidade que afeta grande parte de empresas e consumidores brasileiros. Em Bento Gonçalves, o mês de agosto foi um dos piores da história com 15,01% de contas negativadas. No mesmo mês do ano passado o índice era de 8,84%. Em setembro, apesar da queda, o percentual também foi maior que o mesmo período de 2018, saltando de 7,25% para 11,61%. Para enfrentar o problema, o Sindilojas Regional Bento, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL POA), realiza de 28 de outubro a 8 de novembro o Super Feirão Zero Dívida. O objetivo é mobilizar estabelecimentos comerciais, bancos e instituições de ensino e financeiras para oportunizar aos consumidores a quitação de suas dívidas.

A iniciativa permite que o consumidor consulte seu CPF no banco de dados do SCPC, tendo acesso aos débitos e as empresas onde os valores estão pendentes. Este serviço será oferecido no período compreendido pela ação, das 8h às 11h30min. A campanha facilitará acordos entre credores e devedores, beneficiando ambas as partes. Se por um lado inadimplentes regatarão o poder de compra, por outro as empresas poderão atualizar dados de seus clientes, além de ter uma melhora significativa no crédito.

Para o presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, esta é uma oportunidade imperdível. “Estamos engajados nesta campanha para promover a sustentabilidade do crédito. As portas do Sindilojas estarão abertas para empresas e consumidores e nosso papel é aproximar quem quer ter seu nome limpo de quem deseja aproveitar a oportunidade para cobrar débitos”, destaca.

O Super Feirão Zero Dívida estreia no interior do Estado e já tem a adesão de mais de 70 entidades do varejo, distribuídas por municípios de todas as regiões. A participação é reflexo do aumento significativo da inadimplência e do surgimento de novas dívidas, especialmente nas cidades de pequeno e médio porte.

SERVIÇO

O que? Super Feirão Zero Dívida

Quando? De 28 de outubro a 8 de novembro de 2019

Onde? Sindilojas Regional Bento

Informações: 54 3055.2030 – sindilojasbg@sindilojasbg.com.br

30% do varejo de Bento se prepara para contratar

Em dois meses, setor deverá gerar mais de 500 vagas de empregos temporários

O Natal segue sendo a principal data do ano para o varejo, não apenas para os lojistas como também para quem busca uma vaga no mercado de trabalho. Se por um lado a expectativa é de boas vendas, por outro a esperança de poder transformar uma vaga temporária num emprego efetivo acaba sendo um alívio para quem está desempregado. Em Bento Gonçalves, o Sindilojas Regional Bento estima que 30% dos 1.820 estabelecimentos comerciais, ou seja, 546 empresas, abram vagas provisórias nos meses de novembro e dezembro, podendo se estender até fevereiro, atendendo a tradicional demanda do período.

A projeção baseia-se na pesquisa desenvolvida pela Fecomércio-RS que aponta as lojas de vestuário, acessórios e calçados como as que mais estão dispostas a abrir este tipo de vaga. Ainda segundo o estudo, para 39,8% dos estabelecimentos há chance de efetivação após o contrato, o que para Bento Gonçalves representaria a geração de cerca de 200 empregos. Para o presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio, também vice-presidente da Fecomércio-RS, esta probabilidade depende das vendas no período. “Nosso desejo é que as vendas de final de ano aqueçam a economia local, fortalecendo o varejo e, assim, os estabelecimentos comerciais possam incrementar seu quadro de profissionais”, destaca.

A maioria das contratações é para suprir as atividades de vendas com mais de 93%, seguida por caixa e crediário. Sobre as formas de admissões é possível perceber que a reforma trabalhista ainda não surtiu efeitos práticos sobre o comércio. A pesquisa mostra que apenas 2,3% vão optar pelo regime de contrato de trabalho intermitente e 0,5% admitirão terceirizados. A experiência e o grau de instruções aparecem como os principais critérios de seleção, além da disponibilidade de horário.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, em setembro de 2019, o comércio amplo de Bento Gonçalves empregava 6.342 pessoas, sendo 5.675 somente no comércio varejista. Nesses nove meses, 54 novos empregos foram gerados pelo varejo, o que representa menos de 1%, resultado de um cenário econômico pouco promissor.